» Cifras.com.br » Letras de músicas » Notícias » TV Cifras » Guitar Pro » Gospel
Logo Cifras.com.br
tutoriais

Formação de acorde básicos

Tutoriais > Acordes

enviado por FelipeBZ

 

FORMAÇÃO DOS ACORDES

 

 

Todo acorde segue certo padrão, em qualquer tonalidade. São fórmulas que nos ajudam a entender e montar os acordes. A base do acorde é a escala diatônica.

 

ESCALA DIATÔNICA

 

 A fórmula da escala diatônica é a seguinte:

 

I  tom  II  tom  III  semitom  IV  tom  V  tom  VI  tom  VII  semitom VIII

 

Na escala diatônica, os números romanos representam as notas.

 

Testando a fórmula da escala diatônica em Dó, temos:

 

Dó      Ré        Mi             Fá         Sol        Lá          Si               Dó

 \       / \       /  \            /  \       /  \       /  \       /  \             /

   tom      tom      semitom     tom       tom      tom       semitom

 

 

Já a mesma fórmula em Ré forma:

 

   tom        tom      semitom      tom       tom      tom      semitom

/         \ /         \ /             \ /         \ /         \ /       \/             \

Ré       Mi         Fá#            Sol         Lá         Si          Dó#          Ré

 

Se você tocar a escala de Dó e depois a escala de Ré, irá perceber que as notas “combinam”.

Cada acorde é representado por uma cifra, sendo:

Dó = C

Ré = D

Mi = E

Fá = F

Sol = G

Lá = A

Si = B

 

FÓRMULA DO ACORDE MAIOR

 

A fórmula do acorde maior é a seguinte:

 

I    2T     III   1,5T    V

 

Ou seja, o primeiro grau da escala diatônica, um intervalo (distância) de 2 tons, o terceiro grau, intervalo de 1 tom e meio e depois o quinto grau.

No acorde de Dó Maior, representado em cifras como C, temos:

 

I             2T              III                 1,5T              V

Dó                           Mi                                      Sol     

 

Em Ré Maior, ou D, temos :

 

I             2T              III                 1,5T              V

Ré                            Fá#                                    Lá

 

 

ACORDES MENORES

 

Além dos acordes maiores, existem os acordes menores, formados pela fórmula:

 

I    1,5T    III    2T    V

 

Dó menor, conhecido como Cm:

 

Dó      Ré#        Sol

 

Sol menor, Gm:

 

Sol    Lá#   Ré

 

Para facilitar a vida muitas pessoas, abaixo está uma tabela com os principais acidentes de cada tonalidade. Com ela fica mais fácil entender a ESCALA DIATÔNICA de cada um dos principais tons.

 

SUSTENIDOS E BEMÓIS

Encontrados nas principais tonalidades maiores, ou seja, não se encontram tons como Am:

 

Tonalidade

Quantos acidentes

Quais

Nenhum

 

1 b

Sib

Sib

2 b

Sib Mib

Mib

3 b

Sib Mib Láb

Láb

4 b

Sib Mib Láb Réb

Réb

5 b

Sib Mib Láb Réb Solb

Solb

6 b

Sib Mib Láb Réb Solb Dób

Dób

7 b

Sib Mib Láb Réb Solb Dób Fáb

Dó#

7 #

Fá# Dó# Sol# Ré# Lá# Mi# Si#

Fá#

6 #

Fá# Dó# Sol# Ré# Lá# Mi#

Si

5 #

Fá# Dó# Sol# Ré# Lá#

Mi

4 #

Fá# Dó# Sol# Ré#

3 #

Fá# Dó# Sol#

2 #

Fá# Dó#

Sol

1 #

Fá#

 

Lembre-se que Mi# e Si# não “existem” e por isso devem ser tocadas como Fá e Dó, respectivamente. O mesmo ocorre com Dób e Fáb, que correspondem ao Si e Mi.



Top cifras » Top artistas »
Anuncie no Cifras Termos de Uso Política de Privacidade Material de DivulgaçãoFale Conosco
Petaxxon Comunicação Online
Cifras.com.br - Melhor e mais completo site de cifras e tablaturas do Brasil
Mais de 1 milhão de cifras cadastradas desde 2003
As informações contidas no Cifras.com.br são colaborações de seus usuários e podem conter erros, sendo assim, não se responsabiliza sobre nenhuma destas.
R7 Música