Cifras e Tablaturas
Ivan Souza

Ivan Souza

Poeta Caipira

Cifras Cancelar Versão de Impressão Print

Ivan Souza - Poeta Caipira

Tom: E

  			Intro: E  B7  A  B7  E 

E 
Eu sonhei ser violeiro e cantar 
                               B7 
Bem verdadeiro como canta o sabiá, 
Mas o dom que Deus nos deu 
                           A           E 
Cada um carrega o seu não se deve reclamar 
     A         E                      B7 
Fiz poesia escrita pra dizer coisa bonita 
   A                   E 
E ver se alguém vai gostar 
      F#          B        A             E 
Minha voz nunca saia, pra poder por melodia 
   B7                E    (E) 
Outros tive que arrumar 
E 
Teve os de boa vontade, uns foram por caridade 
                    B7 
E outros pra se livrar, 
Mas como diz o ditado se o cavalo lhe foi dado 
     A               E 
Os dentes não deve olhar, 
 F#                   B                    A 
Mas se acerta a parceria cada moda é uma cria 
     B7            E 
Que logo vai germinar, 
     A        E                            F# 
O acorde da viola, encaixando a minha história 
        B7                E 
Que dá vida ao que eu narrar 

(Intro) 

E 
Caipira que é poeta tem que ter a sua meta 
                  B7 
Nunca pode abandonar 

Não desvio do meu rumo porque não me acostumo 
           A            E 
De outro modo me expressar 
    A             E                       B7 
Tenho jeito de caboclo, de botina arranca tôco 
   A              E 
E meu chapéu panamá 
F#               B         A              E 
Vim do ôco da taboca, mas eu nunca fui boboca 
   B7               E   (E) 
Porque eu pude estudar 
E 
Na verdade não foi tanto, mas eu nunca uso o pranto 
                 B7 
Pra poder justificar 
Eu sei o suficiente pra poder viver contente 
     A            E 
Sem nunca me aperrear 
    F#             B                   A 
Tanta gente que estuda, a atitude não muda 
    B7            E 
Chega mesmo é piorar, 
     A           E                           F# 
Vai ficando insolente, se achando que é pra frente 
      B7         E 
Já começa a humilhar 

B7                 A                      E 
Sou assim caipira nato gosto de viver no mato 
     B7            E 
Mas eu sei me informar 
     A             E                        B7 
Não tenho só a cultura lá da terra onde fartura 
                    E 
Tiro do que eu plantar 
   A               E 
É por isso que eu tento buscar 
           B7                     E 
No conhecimento para sempre melhorar 
  A                    E                       F# 
Mas não tem nada que possa tirar meu jeito da roça 
 B7              E          B7 A E 
Ele sempre vou levar! 
    	
fixar
fixar inscrever-se

enviado porenviado por: robepoiel
cifra enviadaCorrigida por: sem correções
logo top cifrasComente
ico música do artistaMúsicas deste artista
ico curtiuCurtiu?
ico destaqueDestaque
Petaxxon Comunicação Online

Cifras.com.br - Melhor e mais completo site de cifras e tablaturas do Brasil Mais de 1 milhão de acordes de músicas cadastradas desde 2003
As informações contidas no nosso site são colaborações de seus usuários e podem conter erros, sendo assim, não nos responsabilizamos sobre nenhuma destas.

close
menos
mais
close
Cor dos acordes:

Cor da letra:

close
Alinhar acordes a direita Alinhar acordes a esquerda Alinhar acordes em baixo Alinhar acordes no topo
close
  Mostrar todos os acordes Esconder acordes muito fáceis Esconder acordes fáceis Esconder acordes intermediários
redimensionar
glossário