Cifras e Tablaturas
Pietá

Pietá

Vingança De Cunhã

Cifras Cancelar Versão de Impressão Print

Pietá - Vingança De Cunhã

Tom: Am

  • 0:00 / 0:00
  			Intro

Am 
Foi Cunhã que me viu lá na beira 
           C             Am 
Foi Cunhã a que me fez boiar 
C                   Am 
Foi Cunhã na manhã derradeira 
C        G         Am 
Cunhatã a que me fez voltar 

             F 
Arrepio no meião do rio 
                     Dm 
Arrebol fez rajada no ar 
Am             Dm 
Ela passa, eu desconfio 
C 
Que o mundo está quase a tornar 
F 
De ponta à cabeça, desvario 
B          E         Am 
À caminho de acabar 

( C  Am  C  Em ) 

Am 
Foi Cunhã, vi descer a ladeira 
C           A                 D 
Foi Cunhã, para a beira lavar 

            Am 
Desconjuro no fundo do furo 
            C 
Desnorteio buscando o luar 
A#         Am 
Desgraçada aventureira 
            E          Am 
Que me veio amaldiçoar 
                     G         F 
Não troço mais graça alvissareira 
             E        Am 
Nem vou mais malinar 

C Am E C 

Am           C 
Foi Cunhã, no alto da ribanceira 
                            Am 
Foi Cunhã, meu caminho cruzar 
                 C 
Foi Cunhã, feito flecha certeira 
                           F 
Cunhatã nunca mais vou tocar 
F 
Fez feitiço pra me dar sumiço 
                            Am 
Arapuca pra quando eu passar 
               C 
Eu pra sempre serei bicho 
D                      Em 
Não posso mais gente virar 
F 
Caminho de boto é descaminho 
Dm        Em       Am 
Nas águas do andirá 

Am         G      Am 
Noite de maré cheia 
             E          Am 
De estrela a nos alumiar 
             G         F 
Toda gente se arrodeia 
         Dm               Am 
Querendo engerado me olhar 
          G               Am 
Não faço nem mal a ninguém 
              E 
Não tem mais quem queira me amar 
Am                   G 
Não troço mais graça alvissareira 
Am       Em  Dm   Am 
Nem vou mais malinar 

Am          Em         Am 
Foi Cunhã, minha alma festeira 
Foi Cunhã, mau-olhado lançar 
Foi Cunhã, feito cobra rasteira 
Cunhatã quis me escurraçar 

F                     Am 
Meia-noite no breu um açoite 
                       D 
Lua cheia que deus fez sumir 
C                D 
Serpenteia, rara noite 
              Em 
À modo de me redimir 
F                 Dm 
Ó minha mãe-dágua milagreira 
         E                Am 
Me faça guerreiro resistir 
               G# 
À vingança de Cunhã, 
Am                Bm 
Que prometo nunca procurei, 
                         Am 
Feito cego frente ao sol 
Sou peixe no seu anzol 
Mas eu mesmo me pesquei 
              F           E 
Quando dei confiança pra Cunhã 
C                  Am 
Inventei um fim pra mim 
    	

enviado porenviado por: PAULLET3
cifra enviadaCorrigida por: sem correções
afinação

Toque com outra afinação
Modifique a corda abaixo ou utilize um dos presets.

Dacorde
Aacorde
Eacorde
braço violão
Gacorde
Bacorde
Eacorde
logo top cifrasComente
ico música do artistaMúsicas deste artista
ico curtiuCurtiu?
ico destaqueDestaque
Petaxxon Comunicação Online

Cifras.com.br - Melhor e mais completo site de cifras e tablaturas do Brasil Mais de 1 milhão de acordes de músicas cadastradas desde 2003
As informações contidas no nosso site são colaborações de seus usuários e podem conter erros, sendo assim, não nos responsabilizamos sobre nenhuma destas.

close
menos
mais
close
Cor dos acordes:

Cor da letra:

close
Alinhar acordes a direita Alinhar acordes a esquerda Alinhar acordes em baixo Alinhar acordes no topo
close
  Mostrar todos os acordes Esconder acordes muito fáceis Esconder acordes fáceis Esconder acordes intermediários
redimensionar
glossário