Cifras e Tablaturas
Tião Carreiro e Pardinho

Tião Carreiro e Pardinho

Aquarela Sertaneja

Cifras Cancelar Versão de Impressão

Tião Carreiro e Pardinho - Aquarela Sertaneja

Tom: A

  			
Intro: A  Bm  E7  A  A  G   D   A  E7   A 
ocultar tablaturaOcultar
E |------------7-9--7------------|----------7-9-10--9-7---------| B |------7-9-10------10-9--7-----|----7-9-10-----------10--9-7--| G#|-5-6-8-------------------8--6-|-6-8------------------------8-| E |------------------------------|------------------------------| B |------------------------------|------------------------------| E |------------7-9-10-12--9-10---|-----------------------------7---| B |------7-9-10---------12----10-|-10-9-7-7-9-10---7-9---7-9-10--10| G#|-5-6-8------------------------|--------------8-8---6-8----------| E |------------------------------|---------------------------------| B |------------------------------|---------------------------------|
A E D A Eu gostaria tanto de mostrar, o encanto magistral da natureza A E D E A Seus olhos iriam deslumbrar, ao contemplar assim tanta beleza Em A7 D A A passarada no romper do dia, gorjeia em forma de oração A E D E A O galo no poleiro anuncia, um outro amanhecer no meu sertão. A E D E A Ei meu sertão meu sertão, sertão berço que me viu nascer A E D E A Ei meu sertão meu sertão, sertão vou te amar até morrer.
ocultar tablaturaOcultar
E |----------------------------------| B |-----0-2--0----------0--2-3-5-5-5-| G#|-0-1-0-1--0-1-0--0-2-0--1-3-3-3-3-| E |-0-2--------2-0--0-1--------4-4-4-| B |----------------------------------|
A E D A Atrás dos verdes montes calmamente, o sol vai começando aparecer A E D E A Em sua trajetória lentamente, começa toda terra aquecer Em A7 D A Cantam seriemas lá na serra, gemem juritis nas capoeiras A E D E A Lá na invernada o gado berra, soluçam sabiás nas laranjeiras. A E D E A Ei meu sertão meu sertão, sertão berço que me viu nascer A E D E A Ei meu sertão meu sertão, sertão vou te amar até morrer. A E D A Revoam sobre a relva verdejante, lindas borboletas multicores A E Velozes colibris a todo instante, D E A Não cansam de provar o mel das flores Em A7 D A Cenário de raríssimo esplendor, recanto de amor paz e união A E D E A Parece que o Divino Criador, também reside aqui no meu sertão. A E D E A Ei meu sertão meu sertão, sertão berço que me viu nascer A E D E A Ei meu sertão meu sertão, sertão vou te amar até morrer
fixar
fixar inscrever-se

enviado porenviado por: LINEKERS
cifra enviadaCorrigida por: sem correções
afinação

Toque com outra afinação
Modifique a corda abaixo ou utilize um dos presets.

Dacorde
Aacorde
Eacorde
braço violão
Gacorde
Bacorde
Eacorde
logo top cifrasComente
ico música do artistaMúsicas deste artista
ico curtiuCurtiu?
ico destaqueDestaque
Petaxxon Comunicação Online

Cifras.com.br - Melhor e mais completo site de cifras e tablaturas do Brasil Mais de 1 milhão de acordes de músicas cadastradas desde 2003
As informações contidas no nosso site são colaborações de seus usuários e podem conter erros, sendo assim, não nos responsabilizamos sobre nenhuma destas.

close
menos
mais
close
Cor dos acordes:

Cor da letra:

close
Alinhar acordes a direita Alinhar acordes a esquerda Alinhar acordes em baixo Alinhar acordes no topo
close
  Mostrar todos os acordes Esconder acordes muito fáceis Esconder acordes fáceis Esconder acordes intermediários
redimensionar
glossário