Diversos
Fresno
Porto Alegre
-
Faz frio em Porto Alegre toda noite
E de longe eu não posso te ver
Então me perco em pensamentos de um passado
Que há muito tempo eu quero esquecer

Eu só quero falar que ao teu lado eu tava errado
Eu nunca consegui viver
Mas só eu sei de você

Só não queria dizer adeus
(É que eu tinha tanto pra contar)
Eu não queria dizer

Eu volto há tanto tempo e cada vez parece que o meu tempo
não passou
Eu não encontro nada que me dê motivo outra vez pra
procurar o que sobrou

Eu vivo condenado e sem saída de um passado que parece
não ter fim
Você não sabe de mim

Só não queria dizer adeus
(É que eu tinha tanto pra cantar)
Eu não queria perder o que sempre foi meu
Pois não há alguém que possa te amar
Pois não há alguém que possa nos salvar

Eu não queria dizer adeus
(É que eu tinha tanto pra contar)
Só não queria perder o que sempre foi meu

É que eu tinha tanto pra cantar

Eu não queria dizer adeus