Não Informada
Henrique vogeler
Ai Ioio
-
Ai, Ioiô,
Eu nasci pra sofrê,
Fui oiá pra você,
Meus óinho fecho,
E quando os óio eu abri,
Quis gritar, quis fugir,
Mas você, eu não sei porque
Você me chamo.

Ai, Ioiô,
Tenha pena de mim,
Meu Senhor do Bonfim,
Pode inté se zangá,
Se ele um dia soubé
Que você é que é,
O Ioiô de Iaiá.

Chorei toda a noite
E pensei,
Nos beijos de amor
Que eu te dei,
Ioiô, meu benzinho
Do meu coração
Me leva pra casa
Me deixa mais não !