Caio Victor

Caio Victor

Fazenda São Francisco / A Loira Do Carro Branco (pot-pourri)
nível fácil
G 
Eu fiz a maior proeza 
                       Am 
Pras bandas do rio da morte 
                  G 
Com outro caminhoneiro 
                    C 
Traquejado no transporte 
                  F 
Fui buscar uma vacada 
                    C 
Para o criador do norte 
                      G 
Na chegada eu pressenti 
                   C 
Que era um dia de sorte 
                    G 
Depois do embarque feito 
                    C    G  C 
Só ficou um boi de corte 

                G 
O mestiço era bravo 
                        Am 
Que até na sombra investia 
                 G 
A filha do fazendeiro 
                      C 
Molhando os lábios dizia 
                     F 
Eu nunca beijei ninguém 
                  C 
Juro pela luz do dia 
                       G 
Mas quem montar nesse boi 
                  C 
E tirar a valentia 
                    G 
Ganha meu primeiro beijo 
                      C  G  C 
Que darei com alegria 

                   G 
Vendo a beleza da moça 
                      Am 
Meu sangue ferveu na veia 
                       G 
Eu calcei um par de espora 
                   C 
E passei a mão na peia 
                   F 
Peguei o mestiço a unha 
                   C 
Rolei com ele na areia 
                    G 
Enquanto ele esperneava 
                    C 
Fui apertando a correia 
                         G 
Mas quando sentei no lombo 
                       C   G  C 
Foi que eu vi a coisa feia 

                   G 
O boi saltou a porteira 
                  Am 
No primeiro corcoveado 
                 G 
Numa ladeira de pedras 
                   C 
Desceu pulando furtado 
                F 
Saia língua de fogo 
                     C 
Cheirava chifre queimado 
                        G 
Quando os cascos do mestiço 
              C 
Batiam no lajeado 
                     G 
Parou berrando na espora 
                 C   G  C 
Ajoelhando derrotado 

                    G 
Pra cumprir sua promessa 
               Am 
A moça veio ligeiro 
                 G 
Me disse você provou 
                C 
Ser peão e boiadeiro 
                         F 
Dos prêmios que vou lhe dar 
                C 
O beijo é o primeiro 
                G 
Sua boca foi abrindo 
                    C 
Seu olhar ficou morteiro 
                   G 
Nessa hora eu acordei 
                   C    G  C 
Abraçando o travesseiro 

 D 
Viajando solitário 
                   A 
Mergulhado na tristeza 

Numa curva da estrada 
    G            D 
Eu tive uma surpresa 

Uma loira encantadora 
                A 
Bonita por natureza 

Me pediu uma carona 
                   D 
Eu atendi com destreza 
    D 
Sentou bem pertinho de mim 
                 A 
Com muita delicadeza 
                    A7 
O meu carro foi o trono 
    G              D 
Eu passei a ser o dono 
    A           D   A  D 
Da rainha da beleza 

    D 
Foi o dia mais feliz 
                      A 
Que o meu coração sentiu 

Mas meu mundo encantado 
                 D 
De repente destruiu 

Ao ver a loura tremendo 
                   A 
Gemendo e suando frio 

Parei o carro depressa 
                    D 
Na travessia de um rio 
    D 
Enquanto eu fui buscar a água 
                      A 
Que tão triste ela pediu 
                 A7     G           D 
Ouvi cantar os pneus e me dizendo adeus 
     A               D  A  D  A  D 
Com meu carro ela sumiu 

( D  A  D  A  D ) 

   D 
Somente um bilhetinho 
                     A 
Na estrada eu encontrei 

Quando acabei de ler 
                  D 
Emocionado eu fiquei 

No bilhete ela dizia 
                   A 
Por você me apaixonei 

Só peço que me perdoe 
                    D 
O golpe que eu lhe dei 
 D 
Para alimentar a esperança 
                    A 
O seu carro eu levarei 
                  A7 
Me procure por favor 
     G              D 
Quando me der seu amor 
   A               D   A  D 
O carro lhe entregarei 

  D 
Quem estiver me ouvindo 
                  A 
Preste muita atenção 

O meu carro não tem placas 
                     D 
Mas vou dar a descrição 

É branco e tem uma loira 
                 A 
Charmosa na direção 

Dou o carro de presente 
                   D 
A quem fizer a prisão 

Por ela ter roubado o carro 
               A 
Já dei a absolvição 
                       A7 
Mas vou lhe dar um castigo 
     G               D 
Vai ter que viver comigo 
     A              D  A  D  A  D 
Por roubar meu coração

Enviado por: Heber De Oliveira Almeida

Corrigido por: sem correções