Basara

Basara

Pela União
Composição de (Basara)
Intro: Am  F  Dm 


[Verso 1]
Am Eu tenho culpa De nascer tão diferente do seu padrão? F Qual é sua desculpa Dm Pro sangue e corpos no chão Am Dos meus irmãos? Finjo que sou surdo e não ouço essa humilhação F Tento até não pensar muito, mas como não? Em Se todo dia morrem tantos pelas suas mãos Então parei de fingir Am Com Fisher Tiger embarco O herói que libertou os escravos F Por um mundo melhor, nós lutamos em prol G Por isso nós formamos os Piratas do Sol Am Minha rainha me perdoe, não consigo os perdoar Não é de hoje, que eles tentam nos matar F Então serei esperança G Lutarei pelas nossas crianças Am Encontramos uma garota no meio do caminho C Havia tanta inocência em seu sorriso F Veja minha rainha, entendi G Esperança está então, nas crianças que não carregam preconceito em seu coração Am Mas caímos numa armadilha dos humanos F Ela não sabia mas estavam planejando Dm Fisher Tiger foi pego C E eu não cheguei a tempo Am Pra salvar sua vida Fisher Tiger Precisava de uma transfusão de sangue dos humanos F Cruelmente nega, não entendíamos Dm Então fizemos tudo que podíamos Am Nós choramos Dm Mas antes de partir C Eu perguntei o porquê G Por que? Por que? E ele me disse
[Refrão]
Am Eu prefiro morrer F Do que ter o meu destino em suas mãos C Pois não consigo esquecer G Tudo que fizeram com os meus irmãos Am Luto pela paz F Anseio pela união há tantos anos C Mas não posso viver com sangue deles, pois G Eu odeio os humanos
[Verso 2]
Am Vi nesse garoto o que vi em nenhum outro Mais do que prata ou ouro, seus amigos são seu tesouro F Otohime-sama, seus passos seguirei Dm Fisher Tiger descanse em paz É difícil, eu sei Am Viver a sua vida nas custas de quem tanto lhe fez mal Ser grato e viver com quem nos tratou feito como animal Dm Mas o que eu vou fazer é dar o primeiro passo, então faça Em A transfusão, pois aposto todas minhas fichas no Chapéu de Palha Am Não vou viver a minha vida na sua sombra C F Lhe sou grato, mas agora é hora de seguir meu caminho G Estou indo Am Do que ficar, eu lhe dou a minha vida Não consegue me matar, pois eu sei bem quem eu sou Dm E o que eu quero é andar lado a lado Com o futuro Rei dos Piratas Em Então eu jamais poderia temer um mero Yonkou! Am Eu prefiro morrer C Do que ter o meu destino em suas mãos F Pois não consigo esquecer G Tudo que fizeram com os meus irmãos Am Essas foram suas palavras C E nunca me esquecerei F Mas depois de entrar pro Chapéu de Palha G Esse meu ideal mudei
[Refrão]
Am Agora eu prefiro morrer C Se for pela vida do meu capitão F Mas eu não vou me esquecer G Tudo que fizeram com os meus irmãos Am Luto pela paz F Anseio pela união há tantos anos C Eu dou o meu sangue pela vida dele G Nos unirei com os humanos

Enviado por: Edson Oliveira

Corrigido por: sem correções