Cifras e Tablaturas
Zé Ramalho

Zé Ramalho

Avôhai

Ano: 1988
Album : 20 Anos: Antologia Acústica

Cifras Cancelar Versão de Impressão
cifras

Zé Ramalho - Avôhai

fixar na tela  
Exibindo: vídeo-aula ver clipes redimensionar

Tom:

D

  Intr. Em  G   D 

       D 
Um velho cruza a soleira, de botas longas, de barbas longas de ouro o brilho do seu colar 
G/B      A/C#          G               A/C#            D 
Na laje fria onde quarava sua camisa e seu alforje de caçador 
Em                  G        D 
Oh, meu velho  invisível Avôhai 
Em                  G        D 
Oh, meu velho indivisível Avôhai 
D                   Am                  G               Am        D 
Neblina turva e brilhante em meu cérebro coágulos de sol 
                    Am           G         Am        D 
Amanita matutina e que transparente cortina ao meu redor 
Em                                   G                                    D 
E se eu disser que é meio sabido você diz que é meio pior 
Em               G                                   D 
E pior do que planeta quando perde o girassol 
A                     G           Bm             A 
É o terço de brilhante nos dedos de vinha avó 
A                                            G 
E nunca mais eu tive medo da porteira 
                                 Bm                         A 
Nem também da companheira que nunca dormia só 
Em    G         D                            
                AVÔHAI,    avô e pai 
Em  G       D 
       AVÔHAI 
     D 
O brejo cruza a poeira, de fato existe um tom mais leve na palidez desse pessoal 
D#            F               G               F                     D 
Pares de olhos tão profundos que amargam as pessoas que fitar 
Em                     G                              D 
Mas que bebem sua vida, sua alma na altura que eu mandar 
Em                            G                       D 
São os olhos são as asas, cabelos de avôhai, 
 D                       Am            G            Am             D 
Na pedra de turmalina e no terreiro da usina eu me criei 
                     Am               G            Am                 D 
Voava de madrugada e na cratera condenada eu me calei 
Em                        G                             D 
Se eu calei foi de tristeza você cala por calar 
Em               G                                    D 
E calado vai ficando só fala quando eu mandar 
  A                      G                    Bm        A 
Rebuscando a consciência com medo de viajar 
                                        G                         Bm                          A 
Até o meio da cabeça do cometa girando na carrapeta no jogo de improvisar 
                                                        G                              Bm                              A 
Entre cortando eu sigo dentro a linha reta eu tenho a palavra certa pra "dotor" num "reclamá" 
Em G   D 
       Avohai 
Em G   D 
       Avohai 
Em G   D 
       Avohai 
Em G   D 
      Avohai 

  

cifra enviadasem correções
enviado poranônimo
top 5 | zé ramalho
top mpb
Outras músicas do artista letras do(a) Zé Ramalho
Top cifras »Top artistas »
Petaxxon Comunicação Online
Cifras.com.br - Melhor e mais completo site de cifras e tablaturas do Brasil
Mais de 1 milhão de acordes de músicas cadastradas desde 2003
As informações contidas no nosso site são colaborações de seus usuários e podem conter erros, sendo assim, não nos responsabilizamos sobre nenhuma destas.
close
menos
mais
close
Cor dos acordes:

Cor da letra:

 

save
close
close
 
redimensionar